Clã Misto Torplárion

Carta Pioneira

I - Princípios Fundamentais:

O clã misto Torplárion é parte integrante do G.E. Jaguaretê/98º SP-Campinas, com o propósito de elevar as virtudes pioneiras juntamente ao nosso lema “SERVIR”. Obedecendo assim o P.O.R. e o Estatuto do Grupo.

II - Normas Gerais:

1º Da carta Pioneira:
Esta carta terá seus tópicos alterados todas as vezes que um elemento do clã perceber alguma deficiência e o conselho decidir por esta alteração, assim o fazendo.

2º Do adestramento:
O adestramento dos membros do clã segue como descrito no Guia Pioneiro, com o seguinte acréscimo:
- Todas as etapas de progressão dos jovens do Clã devem ser aprovadas pelo conselho do Clã.

3º Dos critérios cerimoniais:
As cerimônias do Clã Pioneiro deverão seguir as normas descritas no LIVRO CERIMONIAL.

III - Regras:

1º Estrutura de funcionamento do Clã:
a) Quanto ao funcionamento do Clã Misto Torplárion:
- O clã deverá fazer pelo menos uma atividade fixa por mês.
b) Quanto à estrutura do Clã Misto Torplárion:
- Reuniões abertas: destas participam todos os membros do Clã, eventuais pioneiros e convidados.
- Assembléia do Clã: desta participam todos os membros ativos do Clã.
- Conselho do Clã: é composto de pelo menos três pioneiros investidos, caso o Clã não possua três pioneiros investidos, todos os escudeiros ativos do Clã passam a integrá-lo.
- Comissão Administrativa do Clã: é responsável pela administração, finanças, disciplina e programação do Clã. É composta por um Presidente, um Diretor Financeiro e um Assistente Administrativo com o mandato de três meses, daí havendo uma nova votação em assembléia de Clã.
• Presidente: membro do Clã responsável pela divulgação das atividades internas e externas de interesse dos mesmos e representante do Clã quando necessário.
• Diretor Financeiro: responsável pela arrecadação e controle das finanças e do caixa de Clã.
• Assistente Administrativo: responsável por todo material de campo do Clã.

2º O Conselho do Clã terá como dever:
- Realizar alterações nesta carta;
- Avaliar as etapas de cada membro do Clã;
- Manter uma ata.

3º A Comissão Administrativa do Clã terá como dever:
- Administrar o Clã Pioneiro;
- Avaliar as etapas de cada membro do Clã que são determinadas pelo P.O.R.;
- Cuidar das finanças deste Clã;
- Cuidar do material do Clã;
- Zelar pela disciplina e boa conduta deste Clã.

4º Taxa do Clã:
- Será cobrada uma taxa de um a três reais de todo membro ativo do Clã tendo em vista manter um caixa para eventuais necessidades.

IV - Administração:

- Uma vez que o elemento participante ou não do Clã está para ser avaliado por este conselho ou comissão, será aprovado ou não, somente com justificativa declarada por cada um dos membros do conselho ou comissão, considerando-se nulo o voto daquele que avalia não tendo conceito.
- Em caso de pedidos de afastamento temporário, este pedido deve ser encaminhado por escrito ao Conselho do Clã e avaliado por este sua duração dependendo da necessidade do pedido.
- Todos os membros deste Clã deverão consultar o Mestre e o Presidente da Comissão sobre qualquer participação em atividade ou acampamentos externos.
- Qualquer elemento do Clã que souber ou for convidado para qualquer atividade externa deverá comunicar a todos os elementos do Clã.

- Será excluído do Clã o pioneiro que:
- não possuir espírito escoteiro, sendo avaliado pelo conselho do Clã;
- sem presença regular, entendendo-se por isso aquele que não participar de cinqüenta por cento das atividades do Clã em dois meses, sem justificativa favorável das ausências.

CASOS ESPECIAIS NÃO ESPECIFICADOS NESTA CARTA SERÃO AVALIADOS POR ESTE CONSELHO.


Participaram da confecção desta carta:


Henrique Motta Foresti
Vanessa Costa da Silva
Erika Mayra Soldera
Marina Soldera


Campinas, 07 de março de 2009.


História sobre o Clã

Ricardo Coração de Leão, um dos mais famosos reis da Inglaterra, era filho de Eleonora de Aquitânia e de Henrique II, o primeiro da Dinastia Plantageneta a ser rei e o primeiro a usar o título de Rei da Inglaterra. O casamento dos dois acabou em separação e Ricardo, assim como seus irmãos, foi para a Aquitânia com a mãe. Anos depois, em 1189, Ricardo disputou o trono com seu pai e venceu.

Após sua coroação como Ricardo I, ele partiu para o Oriente comandando a Terceira Cruzada que iria enfrentar os infiéis com o propósito de recuperar Jerusalém. Venceu o Sultão Saladino, mas ambos concordaram numa solução civilizada: Jerusalém seria administrada pelos muçulmanos, seus habitantes, mas permitiria as peregrinações cristãs. Isso fez de Ricardo o Coração de Leão de muitas lendas e o inspirador de muitos romances de cavalaria.

De volta à Inglaterra, ainda se envolveu em muitas guerras e batalhas. Em 1199, guerreando contra Felipe II de França, foi ferido por uma flecha, e não resistiu aos ferimentos. Herói lendário em vida, após sua morte a lenda só fez crescer.

Ao lado a linda e representativa estátua de Ricardo Coração de Leão que vemos do lado de fora das Casas do Parlamento em Londres, é da autoria do barão Carlo Marochetti, escultor nascido em Torino, Itália.

Nosso Clã tem o nome de Torplárion pois este foi o nome dado ao cavalo do Rei Ricardo Coração de Leão (Ricardo I). Em sua batalha na 3ª cruzada enquanto chegava a Jerusalém, o Sultão Saladino ouviu o barulho de milhares de cavalos vindo em direção a seu império, porém ao longe só avistava o Rei Ricardo e seu cavalo... visto isso então apelidou seu cavalo de Torplárion(imaginando o tamanho do barulho que vinha aparentemente só do cavalo do Rei Ricardo) como se fosse um barulho de Deuses como Thor... assim então ficou conhecido o cavalo branco do Rei Ricardo I.

E é pela coragem, lealdade do Rei Ricardo Coração de Leão que dedicamos nosso Clã a memória de seu cavalo.

 

 
 

Copyright © 2012 - GE 098° Jaguaretê - Campinas - SP. Todos os direitos reservados - Desenvolvido por: MsJ Produções Artísticas